Pauderney Avelino reafirma compromisso em defesa da Zona Franca

 


Em conversa com trabalhadores do distrito, nesta terça-feira, 19/7, o pré-candidato a deputado federal Pauderney Avelino (UB) reafirmou o compromisso pela defesa dos empregos da Zona Franca de Manaus (ZFM). O ex-deputado federal e ex-secretário de Educação visitou a Digitron da Amazônia acompanhado do presidente da empresa, Sung Un Song.

A Digitron faz parte do Polo de Componentes, assim como outras empresas que produzem no Amazonas. Esse Polo gera mais de 40 mil empregos graças a uma ação realizada por Pauderney há mais de 20 anos no Congresso Nacional, desonerando a cadeia produtiva. 

“A nossa luta em defesa da Zona Franca também é para construir polos como esse de componentes. Hoje não são apenas os empregos que estão ameaçados, mas também os investimentos. Eu lamento muito não estar em Brasília, pois quando fui deputado nós nunca chegamos a este ponto crítico. Mesmo neste período, sem mandato, continuei defendendo os interesses do Estado do Amazonas, apontando soluções e trabalhando pela geração de mais empregos, como a criação do polo de Microeletrônica que iniciou a produção em 2021 está gerando postos de trabalho e atraindo novos investimento”, destacou.

Para Sung Un Song, Pauderney é necessário na Câmara dos Deputados para o desenvolvimento do Amazonas, pois ele tem conhecimento e histórico que são positivos na luta pela melhoria da economia local.

“Pauderney é uma das pessoas que  ao longo desses trinta anos tem lutado insistentemente em Brasília pela Zona Franca e, por isso, eu sempre tive uma admiração muito grande por ele. As pessoas no Amazonas precisam saber da luta que ele sempre travou no Congresso Nacional, pois sabemos que não adianta desenvolver apenas o sul e sudeste e deixar esta região esquecida, pois aqui também somos Brasil. A Zona Franca é muito importante. Não sou contra o turismo ou outro tipo de modelo econômico, mas eles devem vir para somar e não acabar com o que temos. Por isso o Amazonas precisa do pauderney”, declarou.

Postar um comentário

0 Comentários